O início do fim…

Já experimentou acreditar em você? Tente! Você não faz ideia do que é capaz.
(Rogério Stankevicz)

Agora começa toda aquela correria e projetos sem fim para o tal novo ano, tudo que importa é o Natal, ano novo e a insanidade de ser alguém inalcançável em 2018.

Massssss como as mães dizem: VOCÊ NÃO É TODO MUNDO! Rs

Aproveite o AGORA, viva a expansão que Dezembro te trás, de amor, família e busque dentro de você a realização que você procrastinou e faça!

O que realmente te faz feliz? O que faz seu coração bater? Será mais um ano pra você ou vai fazer valer a pena? Aproveita a reflexão e comece! O ano não precisa acabar, não se de mais desculpas pra buscar o que realmente te faz bem e feliz!

Seja você, sua melhor versão AGORA.

Já experimentou acreditar em você? Tente! Você não faz ideia do que é capaz.

(Rogério Stankevicz)

Livra-se das distrações

Até quando vai perder seu tempo se preocupando com o que poderia ter acontecido?
“Pequenas coisas afetam pequenas mentes.”
Benjamin Disraeli

Até quando vai perder seu tempo se preocupando com o que poderia ter acontecido?

Seus sentimentos e ações dependem do que?

Não dependa dos elogios, reconhecimento e aprovações.

Tudo começa em nós!

Tudo o que envolve o outro gera frustrações, consequentemente o sentimento da não reciprocidade, no amor, na amizade ou em qualquer tipo de relacionamento.

Seu bem estar, não depende de ninguém além de você mesmo!

A tendência do ser humano é sempre culpar o outro por suas ações e seus sentimentos, mas felizmente eles só dependem de você!

Seja luz em você, brilhe!

Pequenas coisas afetam pequenas mentes.

Benjamin Disraeli

Uma mente saudável em meio ao stress do dia a dia.

Por que preço vende a sua tranquilidade? Dá às pessoas o direito de o contrariarem? É extremamente relaxante não ter a necessidade de ser perfeito ou inatacável.

Falar em mente saudável e não falar de inteligência emocional é praticamente impossível.

Ter uma mente saudável exige autoconhecimento, reconhecimento e a capacidade de avaliar seus próprios sentimentos e dos outros. SIM somos também responsáveis pelo que causamos no outro e o que absorvemos do outro. Sem saber o que somos acreditamos em qualquer definição sobre nós.

Quanto do seu tempo, tem se dedicado a você? Fortalecido a sua mente e buscado em seu interior o que de fato te faz bem e feliz?

Tudo esta aí dentro de você!

Use a tecnologia a seu favor e busque o autoconhecimento.

Um Eu passivo e frágil é pior do que uma grave doença psíquica. Não é recomendável gritarmos fora de nós, mas é recomendável fazê-lo dentro de nós.

Um Eu maduro dá aos outros o direito de o abandonarem ou criticarem, um Eu imaturo tem ataques de raiva quando isso acontece. Parece um herói, mas é um péssimo dirigente da sua psique, vende a sua tranquilidade por um preço vil.

Por que preço vende a sua tranquilidade? Dá às pessoas o direito de o contrariarem? É extremamente relaxante não ter a necessidade de ser perfeito ou inatacável.

Augusto Cury

Pare um pouco e cuide de suas Emoções ♥

É melhor controlar sua emoção do que controlar as situações que uma emoção descontrolada pode criar. Estas sim poderão ser impossíveis de controlar. (Domicio Junior).

Estamos vivendo dias de emoções intensas, estamos trabalhando mais, estudando mais, estamos em uma busca constante em sempre atingir nosso ideais e levando nossa mente ao verdadeiro desgaste cerebral que consequentemente resulta na falta de concentração, paciência e a falta de equilíbrio emocional.

Nunca a mente humana foi tão sobrecarregada como nos dias de hoje. Com a vida corrida que levamos, nossa mente fica exausta e aos poucos vamos falhando, principalmente nas habilidades relacionais.

Atualmente estamos fazendo tudo ao mesmo tempo, assistimos tevê, navegando na internet e conferindo a tela do smartphone buscando atualização nas redes sociais. Muitas vezes a amizade virtual substituiu o cafezinho real.

Quando paro pra pensar que vivemos uma liberdade limitada, consequentemente pela falta de segurança em nosso país, estamos muitas vezes presos dentro de nossas próprias casas, percebo a importância com o cuidado de nossas emoções devido a tantas pressões que vivemos para no mínimo sobreviver.

Pra onde tem levado suas emoções? Tem tido controle delas ou ela domina você? Seu estado emocional tem interferido na sua vida social e profissional? O que te tem feito das suas emoções?

Ótimo dia e boa reflexão!

É melhor controlar sua emoção do que controlar as situações que uma emoção descontrolada pode criar. Estas sim poderão ser impossíveis de controlar. (Domicio Junior).