Mês: janeiro 2018

Tô bem e tudo bem.

Quando paro e vejo tudo ao meu redor, percebo o imediatismo e estado robótico que estamos vivendo. Vivemos fazendo tudo ao mesmo tempo, tentando suprir nossas expectativas e as alheias, correndo sempre em uma busca da fórmula da felicidade e estamos perdendo tudo que é simples para toda tecnologia que era pra estar a nosso favor, por que? O que estamos fazendo?

Você reserva quanto tempo do seu dia para uma autoavaliação e melhorias em sua personalidade, caráter, habilidades, capacidades e  planejamentos futuros? Essa resposta diz muito sobre seu estado atual.

A cada dia, com toda correria tenho experienciado viver esses momentos de reflexão que me trazem muita produção tanto no trabalho, quanto pra vida em si.

  • Vou passar um exercício de Coaching que é ótimo pra essa reflexão e também para alcançar seus objetivos!
  1. Em uma folha de papel escreva de um lado da folha estado atual e do outro lado estado desejado, a partir dai escreva tudo que vier a mente em ambas questões.
  2. Após descrição do estado atual e desejado, você ira colocar em outro papel quais estratégias você ira utilizar para alcançar seu estado desejado.

A partir dai você começa a visualizar onde esta e onde quer chegar! É uma bom começo para novas experiências!

Boa Sorte e não se esqueça, ESTÁ TUDO BEM!

Pequenos passos bem dados, somam grandes transformações.

Noemi Badialli

O poder do silêncio.

Silenciar a mente, calar a alma e acalmar o coração.

Exige prática diária e a tal disciplina. Não basta querer esquecer, isso também faz lembrar. Exigir o silêncio muitas vezes nos obriga a fixar aquela ideia que só nos atormenta.

Já ouviu falar de silêncio proativo?

Em momentos de tensão, usamos palavras que não deveriam ser ditas, atitudes que nunca deveríamos ter, ou seja, é no momento de tensão onde devemos parar e olhar pra nós mesmos, nos bombardear de perguntas sobre quem você é, repensar sobre suas atitudes e respostas. Esse é o silêncio proativo, a habilidade em meio a tensão de parar e pensar sobre a melhor forma de pensar e agir.

Segundo Augusto Cury, nos primeiros trinta segundos de tensão, cometemos os maiores erros de nossas vidas, falamos palavras e temos gestos diante das pessoas que amamos que jamais deveríamos expressar. Nesse rápido intervalo de tempo, somos controlados pelas zonas de conflitos, impedindo o acesso de informações que nos subsidiariam a serenidade, a coerência intelectual, o raciocínio crítico.

O silêncio não é se aguentar para não explodir, o silêncio é o respeito pela própria inteligência.

Augusto Cury

Seja sábio, use a inteligência emocional a seu favor e preserve suas relações.