Solitude – Dia 1.

Todo mundo tem sua hora momento e lugar, pois é chegou o meu. Chegou a minha hora de interiorizar e expandir em mim.

Somos seres livres para qualquer tipo de transformação e pra que ela ocorra é necessário olhar pra si.  Aqui estou, em mim.

Descobri que tenho coragem, sim precisa ter muita coragem pra se fazer companhia e enfrentar seu maior inimigo, você mesmo. Se ouvir e descobrir que a mente, mente.

Por isso me permiti ver o tempo passar, deixar fluir, sentir e viver. Descobri que o tempo passa com ou sem cobranças. Percebi que gosto de flores e silêncio.

Estou pronta pra me reconstruir, ou melhor, desconstruir.

Me permitir duvidar dos meus preconceitos , da minha autocobrança, do sentimento da incapacidade. Criticar meus meus pensamentos perturbadores, ideias de autopunição e emoções tensas. Me libertar dos medos, crenças limitantes e todo cárcere mental.

Quando você se permite o que merece, atrai o que precisa.

O segredo

 

Um comentário em “Solitude – Dia 1.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s